Beleza

Carol Porcelli quer bumbum menor: “me incomoda”

Foto: Guilherme Bertoncini/MF Press Global

Enquanto tem muita gente aí ralando para conquistar o famoso “bumbum na nuca”, a musa fitness Carol Porcelli provou que também é possível caminhar na direção contrária.

A morena, que tem nada menos que 104cm de “preferência nacional”, e já foi dançarina do grupo Trio Los Angeles, disse que já pensou em aplicar metacril, substância que promete dar firmeza e aparência lisinha ao derrière. Mas desistiu ao saber que o volume do bumbum poderia aumentar.

Em fotos de biquíni, ela ostentou o corpão impecável, com direito a tanquinho saradíssimo. E olha que a morena já é mamãe de nada mais que três filhos.

METACRIL NO BUMBUM
“Há uns quatro anos, quando se falava muito nisso, diziam que o metacril tirava completamente a celulite. Como sofri muito por ter genética para ter celulite, passou pela minha cabeça injetar. Qualquer mulher fica deslumbrada em pensar que o bumbum estará sempre liso”, disse ela.

“Mas quando vi que aumentava o volume do glúteos já desisti na hora pois luto para ter bumbum menor apesar do bumbum grande ser preferência nacional. Minhas amigas sempre falam: ‘Carol, seu bumbum é perfeito! Nunca vi bumbum igual ao seu!’. Porém me incomoda. Queria que fosse menor e logo vou conseguir [risos]”, revelou a beldade, que quer perder 5cm e chegar a 99cm em suas medidas.

FAMOSOS EM SIGILO
“Conheço várias mulheres que colocaram metacril. Uma inclusive me contou e depois negou até a morte. Fala que sou doida e mudou a história dizendo que queria mas não colocou. Mas o glúteo dela dobrou de tamanho [risos]. Também conheço um que colocou na panturrilha, mas a maioria injeta no bumbum. Tinha uma conhecida que contou que colocou no bigode chinês, no rosto. Ela já tinha muitos anos e era perfeito, de impressionar”, completa a morena de 34 anos, sem citar os nomes dos famosos que aderiram ao metacril.

DEPRESSÃO
Quem vê Carol Porcelli jamais imagina que ela já teve depressão por não gostar do seu corpo. Pois isto aconteceu há apenas quatro anos quando, após tomar anticoncepcionais, ela engordou 10kg em apenas três meses. “Treino desde meus 18 anos e a briga com a balança começou após a minha segunda gestação, mas como sempre me cuidei até mesmo por ter na família muitos casos de obesidade mórbida, nunca passei de um peso que era o meu ponto de referência. Até mesmo porque sempre trabalhei com a imagem e não podia ficar fora de forma pelo meu trabalho”, revelou Carol.

“Fui casada por 10 anos e me separei. Quando me casei novamente sofri uma pressão de amigos e família por conta de engravidar, afinal já tinha três filhos e era uma grande responsabilidade vir um quarto. Eu, no entanto, não queria tomar anticoncepcional pois conhecia bem os efeitos que traria para o meu corpo. Fui questionada por familiares da área médica e disseram que anticoncepcional não engordava, que existiam alguns até que tiravam a retenção líquida, problema que enfrentei desde a adolescência. Cheguei até ouvir frases do tipo: ‘Mulherada come, engorda e joga culpa no anticoncepcional'”, lembrou a beldade, que possui mais de 541 mil seguidores no Instagram.

“Com base em tudo que me falaram, eu disse: ‘Bom, sempre fiz dieta e treinei, então vou começar a tomar anticoncepcional e se engordar quero ver alguém dizer que foi porque comi’. Minha família e meu marido sempre viram o meu estilo de vida. Foi aí então que resolvi tomar, cheguei a falar com o médico na época e daí por diante começou o processo que acabaria com minha autoestima e meus trabalhos. Foram três meses assistindo meu peso subir e meu corpo ficar inteiro com celulites. Sim, isto acabou comigo ao contrário do julgamento de muitos dizendo: ‘Nossa, você tem três filhos e está preocupada com a celulite?’. Mas ninguém entende que não é isso, porque com o corpo da forma que ficou perdi trabalhos. E sustento meus filhos sozinha já que há mais de dois anos o pai deles não ajuda nem com um copo de água. Trabalhar com minha imagem é uma das fontes de minha renda. Foi aí que acordei um dia chorando e na frente do espelho olhei para mim e disse: ‘Chega! Isso termina aqui! Não vou ficar aqui chorando porque isso não vai mudar minha situação’. Parei de tomar o anticoncepcional, resolvi me dedicar aos treinos e dietas de uma forma que nunca tinha feito. Decidi virar atleta e na época fui procurar o coach e preparador de atletas Fabiano Rhein. Aí começamos o processo”, finalizou a musa fitness. Com informação da revista Quem.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Redes Sociais

/ Free WordPress Plugins and WordPress Themes by Silicon Themes. Join us right now!