Futebol

Corintianos, santistas e são-paulinos viram sócios do Palmeiras

Gero Rodrigues/Folhapress

O bolso ou o coração? A dúvida está na cabeça de corintianos, santistas e são-paulinos que estudam na FAM (Faculdade das Américas), patrocinadora do Palmeiras.

Desde fevereiro de 2015 a instituição de ensino oferece um desconto de 25% na matrícula e nas mensalidades de mais de 70 cursos para os membros do Avanti, programa de sócio-torcedor do Palmeiras. Com isso, um número considerável de torcedores rivais se tornaram palmeirenses “de carteirinha”.

A conta é simples: as mensalidades mais baixas da FAM são de R$ 336. Com o desconto para sócio-torcedores, chegam a cerca de R$ 250. Como o plano Avanti bronze, o mais barato, tem mensalidade de R$ 14,99, a economia mensal chega a R$ 69.

O Palmeiras tem o maior programa de sócios-torcedores do país, com 126.355 membros. A FAM tem atualmente cerca de 20 mil alunos e ao menos 10% deles recebem o desconto do Avanti.

“O pessoal até me zoa, porque eu sou santista e sou Avanti. Meu pai gostou muito, porque ele é palmeirense e aproveita a carteirinha para ir nos jogos”, diz Luiz Diegues, 19, que cursa gestão desportiva e de lazer na FAM.

A mensalidade do curso de Diegues é de R$ 475, mas com o desconto do Avanti (cerca de R$ 119 mensais) mais outro abatimento que a faculdade oferece para quem paga antecipadamente ele gasta R$ 259.

Para que seu pai pudesse ir aos jogos ele fez o plano Ouro, que custa R$ 119 mensais. O regulamento do Avanti proíbe a utilização da carteirinha por outras pessoas, mas permite a inclusão de dependentes -no caso, cada um deve pagar R$ 60 por mês.

“Todo mundo brinca, ainda mais com a rivalidade que agora voltou entre Santos e Palmeiras. Mas é um baita desconto”, completa.

A grande maioria dos alunos diz que conhece diversos torcedores de rivais do Palmeiras que aderiram ao Avanti, mas poucos admitem. Os motivos apontados são o sentimento de culpa ou o medo de represálias mais violentas, no caso dos que se recusaram a ser entrevistados pela Folha.

“Não vi problema nenhum [em aderir ao Avanti]. Ninguém tira onda, nadinha. Não vejo problema em dar dinheiro para o Palmeiras. Não vejo nada de mais, sou sócio do São Paulo também e frequento o Morumbi”, diz Denis Ferreira, 30, aluno do curso de Educação Física, cuja mensalidade é de R$ 640.

Com o desconto do Avanti Bronze (com mensalidade de R$ 14,99), Ferreira paga R$ 480, e economiza cerca de R$ 145 por mês. Ele destaca que o vínculo com o time rival é mínimo, basta levar uma carta para a FAM que atesta a filiação ao programa de sócio-torcedor. “Não precisa nem andar com a carteirinha”.

O corintiano Christian Suzuki, 19, ainda não é sócio do Avanti, mas diz com firmeza que se tornará em breve.

“É complicado, porque Corinthians e Palmeiras são completamente rivais. Mas eu vou ter o desconto na mensalidade e ainda vou poder ir aos jogos entre os dois e ficar na espreita, sem chamar a atenção entre os palmeirenses. É meio estranho ajudar o time para o qual eu não torço, mas estou precisando [do desconto]”, afirma.

Suzuki é aluno do curso de jogos digitais, que tem mensalidade de R$ 632. Quando se tornar Avanti, ele passará a pagar R$ 158 a menos.

RESISTÊNCIA

Há também os torcedores rivais que preferem pagar integralmente as mensalidades para não ajudar o Palmeiras.

Nesse aspecto, o corintiano Alex Mendes dos Santos, 30, que cursa gestão desportiva e de lazer, diz que o exemplo vem de berço.

“Não pago Avanti por ser corintiano. Não sou fanático, mas torço a ponto de não fazer esse tipo de coisa. Na época que a Parmalat patrocinava o Palmeiras (entre 1992 e 2000), meu pai não comprava leite dessa marca. Uma vez eu comprei e tive que ir trocar. Se eu virasse Avanti estaria fortalecendo o rival. Como aluno da FAM, já ajudo. Quase não estudei nela por causa disso”, afirma.

Vestindo uma calça com o brasão do São Paulo, um aluno que não quis se identificar disse à reportagem que jamais se tornaria sócio-torcedor do rival. Informado de que outros fazem isso, ele respondeu que é “torcedor raiz”, e não “Nutella”-na tentativa de dizer que é mais fanático que os outros.

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Todos os cursos têm desconto para quem é Avanti?
Não. A maioria dos cursos têm, mas há exceções, como Medicina e os cursos de educação à distância

Basta se tornar sócio Avanti para ter o desconto?
Não. É necessário retirar uma carta de comprovação na sede do programa Avanti do Palmeiras

É possível para alguém que já é aluno da FAM passar a receber o desconto?
Sim. Basta seguir o mesmo procedimento de entregar a carta de comprovação

Todos os programas Avanti dão direito ao desconto na mensalidade?
Sim. Do plano Bronze (R$ 14,99) ao Diamante (R$ 649), todos dão desconto de 25% na mensalidade de cursos da faculdade

Posso emprestar minha carteirinha do Avanti para que outra pessoa vá aos jogos do Palmeiras?
Não, o cartão Avanti é pessoal e intransferível. É possível colocar outra pessoa como dependente (mediante pagamento de taxas) para que ela desfrute das vantagens do programa, inclusive do desconto na faculdade.

Com informação da Folhapress.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Redes Sociais

/ Free WordPress Plugins and WordPress Themes by Silicon Themes. Join us right now!