Cotidiano

Garota de programa suspeita de comandar roubos é presa no interior

Reprodução/Instagram

Uma garota de programa de 22 anos de idade foi presa nessa quinta-feira (6) por suspeita de liderar uma quadrilha especializada em roubos a mansões e condomínios de alto padrão nas regiões de Sorocaba, Capela do Alto e Tatuí, no interior de São Paulo.

De acordo com as investigações da Polícia Civil de Sorocaba (Deinter 7), a garota de programa Bruna Antunes Aguilar, conhecida como Bruna Aguilera, atuava junto a dois comparsas: Robson da Silva Aguiar, de 18 anos, e Bruno Felipe da Silva, de 19 anos de idade. Os dois homens também foram presos e, assim como Bruna, vão responder por furto e associação criminosa.

O grupo agia quando as residências estavam vazias e os criminosos sabiam exatamente onde estavam guardados os objetos de valor, o que, para os investigadores, reforça a tese de que as vítimas eram conhecidas.

Para se certificar de que não havia ninguém nas casas, os integrantes da quadrilha ora tocavam a campainha e aguardavam por uma resposta e ora contavam com informações privilegiadas, segundo explicou o delegado Marcelo Carriel, responsável pela investigação.

Os policiais cumpriram mandados de busca no apartamento de Bruna, onde foram localizadas e apreendidas jóias, relógios de diversas marcas e modelos, perfumes, bijuterias, e dois revólveres calibres 32 e 38 e munição. Com os outros dois integrantes, foram apreendidos um carro modelo Ford Fusion, uma moto e R$ 80 mil em dinheiro.

Leia também: Repórter de TV presa por suspeita de envolvimento com facção

“Ostentação”

De acordo com a Polícia Civil , o trio “ostentava uma vida de luxo por meio das redes sociais” com o lucro dos furtos. A quadrilha liderada por Bruna vinha sendo alvo de investigações há quatro meses por agentes do 3º Distrito Policial.

Além das acusações de furto e associação criminosa, a garota de programa também vai responder por porte ilegal de armas. Ainda segundo a Polícia, Bruna Aguilera já tinha passagens por furto. Os três investigados foram presos em caráter temporário, que tem prazo de cinco dias, prorrogáveis por mais cinco.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Redes Sociais

/ Free WordPress Plugins and WordPress Themes by Silicon Themes. Join us right now!