Religião

Pastor usa nome de Deus para estuprar criança de 12 anos

© Divulgação

Um pastor foi preso suspeito de estuprar uma criança de 12 anos e de tentar cometer o mesmo crime com duas adolescentes, de 14 e 16 anos. O homem foi detido nesta sexta-feira (7), em Campos Novos, no Oeste de Santa Catarina. O argumento utilizado pelo suspeito era para cumprir uma ordem de Deus e quebrar um feitiço.

Segundo informações do Extra, os assédios com a vítima de 12 anos começaram no ano passado, quando a menina começou a frequentar a igreja. “Valendo-se dessa condição, o pastor disse que Deus iria lhe dar uma missão e que ela deveria cumpri-la. Dias depois, a vítima recebeu mensagem de celular dizendo que havia um feitiço em sua vida e que a única forma de quebrar esse feitiço seria fazendo amor por sete vezes com um homem de muita fé e que fosse casado”, contou o delegado Luis Eduardo Córdova

Não satisfeito com os atos sexuais com a criança, em março deste ano, acrescentou o delegado, o pastor habilitou um celular em nome de um membro da igreja e enviou mensagem para duas adolescentes, de 15 e 16 anos. Ele fingiu ser um “rapaz que tinha estudado com as vítimas”. O personagem criado pelo suspeito dizia ser filho de um feiticeiro que havia feito uma magia para destruir a vida das jovens.

Córdova detalhou o que o suspeito havia encaminhado, por mensagem, às garotas. O jeito de quebrar o feitiço era “fazer amor por sete vezes com um grande homem de Deus, abençoado e casado, mas que ninguém poderia saber disso, caso contrário as meninas poderiam até morrer”, revelou.

Após a prisão, o homem foi encaminhado ao Presídio de Campos Novos, local em que ficará à disposição da Justiça. A denúncia foi encaminhada ao Ministério Público.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Redes Sociais

/ Free WordPress Plugins and WordPress Themes by Silicon Themes. Join us right now!