Futebol

Reforço mais caro do Palmeira, Borja deixa de ser unanimidade

Divulgação/Flickr

Miguel Borja começa a ser contestado no Palmeiras. Contratado por cerca de R$ 35 milhões, o atacante já não tem mais o apoio irrestrito que sempre teve desde a sua chegada ao clube. Ele foi o atleta mais caro entre as contratações feitas pelo time nesta temporada.

O melhor exemplo disso foi visto no último sábado (22), na vitória por 1 a 0 contra a Ponte Preta. Substituído, ele deixou o gramado vaiado por parte do Allianz Parque e piorou a situação ao chutar um copo d’água. Ainda de acordo com o canal Premiere, disse a frase “sempre eu” ao sentar no banco de reservas.


O colombiano foi substituído nos últimos cinco jogos de maneira consecutiva. Em 11 partidas, só atuou os 90 minutos em duas ocasiões. São quatro gols até aqui: contra Ferroviária e Red Bull, suas duas primeiras partidas com a camisa alviverde, e nos dois duelos contra o Novorizontino, nas quartas do Paulista.

“Não é falta de gols. Eu tenho jogadores que estão em alto nível. Tenho William com seis gols na competição, tem característica diferente e o grupo do Palmeiras é forte. Se você achar que não pode ser substituído, é complicado. Ele está nervoso com ele mesmo, veio a peso de ouro e tem a responsabilidade de fazer gols. É um nervosismo dele mesmo, uma auto-crítica”, analisou Eduardo Baptista.

Contra o Peñarol, no dia 12 de abril, Borja também foi mal. Além de perder um pênalti, desperdiçou outras duas oportunidades claras de gol e, ao ser substituído, chutou objetos que estavam na área técnica. Desta vez, no entanto, não foi vaiado. Antes, contra o Tucumán, também já tinha errado algumas tentativas.

O treinador tem tentado mudar a característica de Borja dentro de campo. Mais de uma vez, falou que o colombiano precisa aprender a jogar sem a posse de bola. A cobrança ficou mais forte recentemente quando o técnico trocou a formação do 4-1-4-1 para o 4-2-3-1, fazendo Borja voltar mais para compor a linha de meio.

Contratado com o aporte da Crefisa, Borja foi recebido em São Paulo com muita festa, com direito a aeroporto lotado. No ano passado, ele fez 39 gols em 51 jogos. Por isso, chegou a ser disputado por times da Europa e da China. Com informações da Folhapress.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Redes Sociais

/ Free WordPress Plugins and WordPress Themes by Silicon Themes. Join us right now!